Dicas de Mercado

Ei! Que líder é o seu?

Entre os vários tipos, há alguns estilos de liderança que não dão nem para chamar de ‘’lideres’’. Por quê? Alguns são verdadeiros ‘‘chefes’’ que agem de forma coercitiva, precionando seus funcionários e desmerecendo seu potencial. Na verdade aqui falaremos de um estilo que tenta fazer de um tudo, passa por todos os estilos de líderes e no fim, não se assemelha á nenhum. Pelo menos, nenhum que valia a pena ou que possa ser chamado ‘’líder’’. Começaremos então pelo momento Autocrático. O ser em questão, age totalmente desinteressado não dá retorno nenhum para seus subordinados, porém, o negócio dele está em ver resultados...Pouco importa a opinião até porque ele sempre está certo então pra que escutar? Pede algo pra ontem que com certeza você só conseguirá terminar no amanhã... Ai você se mata, termina, e ele... Nem olha para o trabalho, deixa num canto da mesa te fazendo sentir a pessoa mais incapaz do mundo! Não fique, pois aí ele terá um súbito de consciência e para te compensar ele passa para o momento Democrático, pedindo sua opinião e te deixando a par de determinado assunto, você até pensa que as coisas irão melhorar esse é só um momento depois disso ele entrará em outro estilo o Laissez faire que é o que mais se assemelha a ele já que na maioria das vezes deixa o barco andar não importa o caminho, a maré ou tempestades que possa vir... Aqueles projetos, idéias jamais sairão do papel e de graças a Deus se ele pelo menos lembrar que você os deu. É importante esclarecer que todos os seres humanos têm a capacidade de utilizar os quatro estilos aqui apresentados. Em outras palavras, são atitudes e comportamentos que podem ser apreendidas durante a vida. Independente de condição social, de nível de educação, de raça e religião todos nós somos capazes de identificar e agir de acordo com cada um dos estilos. A escolha do estilo predominante se dá por diversas razões, entre elas, pode ser citados, a personalidade, a forma de educação, as condições de vida, o momento e os objetivos e resultados que habitualmente temos alcançado. Acredito que os fatores cruciais para o estilo de liderança estão totalmente atrelados com os princípios e valores. Assim o que prevalecerá será lado permanente da personalidade se for boa, isso se refletirá no trabalho, pois tenho total convicção que o que somos no trabalho é reflexo do que somos na vida, não tem como forjar atitudes e comportamentos o tempo inteiro. Então meu caro tire suas conclusões e veja se vale a pena ficar ai com esse ser de múltiplas personalidades, pouca vontade e nenhuma habilidade!

Fonte: Monica Souza Formada em Recursos Humanos atuante em T&D